Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Juno em Júpiter

Mäyjo, 05.07.16

Depois de cinco anos de viagem até Júpiter, a sonda Juno, da NASA, entrou na órbita do planeta maciço na noite passada.

Para uma noção de escala, a Grande Mancha Vermelha que se pode ver aqui à direita é muito maior do que todo o planeta Terra! Júpiter foi provavelmente o primeiro planeta que se formou após o nosso sol e a tecnologia a bordo de Juno poderá levar-nos a ter uma melhor compreensão das origens do nosso sistema solar.

Esta visão foi criada a partir de um composto de imagens do telescópio Hubble e mostra toda a superfície do planeta ao mesmo tempo.

Este evento extraordinário inspira-nos a olhar para o exterior instantes, ao invés de olhar para nós mesmos. Além de mudar a forma como vemos o nosso planeta, acreditamos que um olhar inquisitivo para o maior universo que nos rodeia pode fazer maravilhas com o nosso desejo de explorar e para nos ajudar a encontrar a perspetiva de que precisamos.

d33f94b3-8e1d-414b-bb60-e1b970427739.jpg

Imagem cortesia da NASA

PRIMEIRA IMAGEM DO SATÉLITE METEOROLÓGICO EUROPEU, MSG-4

Mäyjo, 23.09.15

O mais recente satélite meteorológico Europeu, MSG-4, lançado para o espaço no dia 15 de Julho de 2015, distribuiu a sua primeira imagem do disco terrestre no dia 4 de Agosto às 10:00 UTC. Este satélite completa a série de 4 satélites meteorológicos geostacionários Europeus designados por Meteosat de Segunda Geração, tendo o primeiro sido lançado em 2002. Com 12 canais espetrais, estes satélites fornecem imagens do disco terrestre a cada 15 minutos.

Esta imagem corresponde a um compósito de imagens de 3 dos seus canais espetrais localizados na banda do visível (0.6 e 0.8 µm) e no infravermelho próximo (1.6 µm).

imagem MSG-4

OS LOCAIS MAIS ESTRANHOS DA TERRA VISTOS DO ESPAÇO

Mäyjo, 14.08.15

Existem imagens de locais terrestres que apenas podem ser compreendidas corretamente quando vistas a partir de uma perspetiva superior, como por exemplo a partir do espaço. Muitas podem revelar-se maravilhosas e outras muito bizarras.

A NASA divulgou recentemente algumas destas imagens que incluem estruturas naturais, estruturas humanas e até o efeito das atividades humanas, como o smog na China.

Entre as imagens podem observar-se florestas com formas estranhas, instalações militares em forma de cruz suástica, as ilhas artificiais do Dubai, agregados de fitoplâncton, crateras de meteoritos ou o maior dique do mundo construído por castores no Canadá, escreve o Daily Mail.

 

Consegue adivinhar a que estruturas pertencem estas imagens?

A COMPLEXIDADE DOS AEROPORTOS VISTA DE CIMA

Mäyjo, 23.07.15

A aterragem num aeroporto é o primeiro vislumbre de muitas pessoas das tão aguardadas férias ou do destino da viajem de negócios. Depois de se ter inspirado nas imagens dos aeroportos durante as aterragens, Lauren O’Neill, directora de arte, decidiu compilar as imagens de satélite de vários aeroportos espalhados pelo mundo.

Para tal, Lauren O’Neill recorreu ao Google Maps, onde extraiu as imagens. Posteriormente, criou o blog Holding Pattern, no qual podem ser vistos vários aeroportos mundiais através de perspectivas únicas.

“Sou fascinada por aeroportos desde que me lembro de existir – existe algo de especial acerca das aterragens e descolagens. A organização e operações é que são muito intrigantes para mim”, escreve a directora de arte no seu blog, cita o Daily Mail.

Veja a complexidade de alguns dos aeroportos mais movimentados do mundo aqui.